arrow_drop_down
Greenroom - nova plataforma de áudio do Spotify

Greenroom - nova plataforma de áudio do Spotify

O GREENROOM, uma espécie de Clubhouse do SPOTIFY, está no ar, desde a última quarta-feira, 16 de junho. Ainda nas primeiras horas em que o aplicativo ficou disponível já entrei em salas e fiz meus testes para entender a dinâmica deste novo canal digital. LEIA ATÉ O FIM!

O APP está disponível aparelhos Android e iOS, e ainda, para 134 países. Testei e ao meu ver, achei os recursos melhores do que o do próprio ClubHouse por dois pontos iniciais importantes!

1) O áudio das salas podem ser gravados pelo HOST (moderador) da sala antes de iniciar, o áudio é enviado por email para a plataforma.

2) O conteúdo gravado pode ser transformado em PODCAST. E para quem me acompanha, já sabe que o Anchor, é um aplicativo TAMBÉM do Spotify e que faz a gravação, edição e distribuição de podcasts para o mundo inteiro, e o melhor, de graça! 

Hoje, 17, abri uma sala com o título Comunicação Gospel e tinha o propósito de deixá-la aberta por 5 minutos para ver se alguém apareceria. No fim das contas apareceram sete pessoas e conversamos por cerca de 30 minutos. Foi uma experiência interessante. 


PONTOS importantes do Greenroom:

✅ Você pode logar com a sua conta de usuário do Spotify (foi o que eu fiz), mas, é possível abrir conta com e-mails diferentes. 

✅ O HOST - moderador - da sala pode escolher para gravar a conversa e transforma-la posteriormente em podcast.

✅ Tem CHAT galeraaaa, dá até para compartilhar GIFS. Isso dá uma dinâmica incrível para quem está na audiência!

✅ Cada sala aceita no momento até 1 mil usuários.

✅ De cara ter como entrada JÁ TEM as plataformas ANDROID e iOS. Lembram que o ClubHouse levou 3 meses para chegar no Android? No Brasil isso faz toda a diferença, pois, quase 80% dos brasileiros usam este recurso.

✅ Da hora que entrei na plataforma, por volta das 15h do dia 16/6, encontrei apenas 1 sala brasileira no período de 1h30 navegando. A turma lá estava focada em explicar o funcionamento da rede, foi ótimo

✅ É possível dar uma moeda digital para quem está falando. O Gems. Isso é interessante, pois é como se fosse uma validação dos usuários da rede para aquele perfil. Como se fosse uma curtida. Ainda não está claro se estas moedas digitais, em formato de diamante, vão virar money real oficial. Mas, como a monetização dos podcasts já estão rolando nos Estados Unidos, quem sabe chega ao Brasil?

Fiquei pensando nas possibilidades do uso do Greenroom para quem está na área da música, podcasters e produtores de conteúdo. 

1) Marcar um bate-papo com seus seguidores para contar novidades.

2) Fazer uma COLETIVA DE IMPRENSA anunciando novos projetos, debatendo os temas e aberto ao público. Vai ser incrível acompanhar as interações no chat.

3) Para músicos, divulgar LINK de pré-save, sim, super possível colocar links no CHAT da sala!

4) O HOST (moderador) quando cria a sala tem a opção de salvar o áudio dela, ou seja, é possível transformar o áudio em podcast, como mencionei acima.

5) Você pode entrevistar alguém na sala e também fazer perguntas da audiência, tanto no chat, quanto em áudio.


Vejo várias possibilidades para esta ferramenta. Ainda não recebi um email oficial da minha conta do Spotify falando sobre a novidade. Não sei se vão enviar. Mas, espero que divulguem a plataforma, pois, ela é ótima para produtores de conteúdo. Pois, além de tudo, tem as conexões que fazemos dentro da rede.

Elis Amâncio é jornalista, especialista em digital, head de Marketing da Hitbel. Trabalha desde 2007 em comunicação no meio cristão. É autora dos livros: Mídias Sociais na Igreja e Comunicando o Reino.

http://linktr.ee./elis_amancio